O cine Republica e a maior tela do mundo

Por Antonio Ricardo Soriano

Paulo Sá Pinto, um dos maiores empresários da exibição que tivemos no país, que trouxe para São Paulo inovações como o "3D" (1953), o "CinemaScope" (1954) e o "Cinerama" (1959), inaugura em 07/07/1955, às 21 h., a maior tela do mundo no cine República, com cerca de 250 m2. Foi uma sessão especial do filme "O Mundo é da Mulher" (1954), de Jean Negulesco, para a imprensa, autoridades e convidados. Na foto abaixo, dá para ter uma ideia do tamanho da tela comparada a quantidade de poltronas distribuídas por toda a sua extensão.

No dia seguinte, a grande novidade foi mostrada ao público com a exibição do filme "Átila, o Rei dos Hunos" (1954), de Douglas Sirk. "O Mundo é da Mulher" teve exibição pública somente em 05/08/1955.

Mais informações sobre a grande tela no Banco de Dados do blog.

Licença Creative Commons
As fotos e informações deste site estão protegidas e licenciadas pela Creative Commons.
ACESSE O BANCO DE DADOS


BIBLIOGRAFIA DO BLOG

PRINCIPAIS FONTES DE PESQUISA

1. Arquivos institucionais e privados

Bibliotecas da Cinemateca Brasileira, FAAP - Fundação Armando Alvares Penteado e Faculdade de Arquitetura e Urbanismo - Mackenzie.

2. Principais publicações

Acervo digital dos jornais Correio de São Paulo, Correio Paulistano, O Estado de S.Paulo e Folha de S.Paulo.

Acervo digital dos periódicos A Cigarra, Cine-Reporter e Cinearte.

Site Arquivo Histórico de São Paulo - Inventário dos Espaços de Sociabilidade Cinematográfica na Cidade de São Paulo: 1895-1929, de José Inácio de Melo Souza.

Periódico Acrópole (1938 a 1971)

Livro Salões, Circos e Cinemas de São Paulo, de Vicente de Paula Araújo - Ed. Perspectiva - 1981

Livro Salas de Cinema em São Paulo, de Inimá Simões - PW/Secretaria Municipal de Cultura/Secretaria de Estado da Cultura - 1990

FONTES DE IMAGEM

Periódico Acrópole - Fotógrafos: José Moscardi, Leon Liberman, P. C. Scheier e Zanella.

Acervos particulares de Luiz Carlos Pereira da Silva, Caio Quintino e Ivani Cury.

PRINCIPAIS COLABORADORES

Luiz Carlos Pereira da Silva e João Luiz Vieira.

OUTRAS FONTES: INDICADAS NAS POSTAGENS.